quinta-feira, 3 de março de 2011

Para ti “mano velho”

Hoje é um dia especial.
Para ti.
Para mim.
Para nós.

Vou aproveitar este dia especial para fazer-te as reclamações que mereces:

1.       Tens que acreditar mais em ti. Eu ACREDITO;

2.       Temos que estar mais vezes juntos;

3.       Tens que dizer mais vezes que gostas da mana caçula J;

4.       Quando me apresentavas aos teus amigos escusavas de dizer: ”Esta é a mana que eu vi nascer e mudei as fraldas” … estragavas logo qualquer caldinho que eu quisesse “entornar” com algum dos mais jeitosos;

5.       Quando vou ver-te actuar, escusas de me chamar para cantar contigo, pois corres sempre o risco de ficar sem público (que ninguém aguenta a voz esganiçada) e o meu nervosismo ainda me causa um enfarte;

6.       Nunca me conseguirás compensar as horas de psicólogos pagas até que me fizessem acreditar e compreender que era impossível o meu mano engolir uma colher de sopa e viver com ela durante muito tempo no estômago;

7.       Reclamo a canseira que era fazer-te favores obrigatórios, como ir buscar uma pera para comeres enquanto estavas deitadinho no boliche. O que vale é que uma das vezes comeste-a depois ser lavada com sabonete. Verdade que, assim que a provaste, tive que correr pela casa toda ou tu ainda me acertavas com ela na cabeça!!!;

8.       O quase traumatismo craniano que me provocaste (mais o teu amigo Jean Pierre), quando no Brasil brincávamos à cabra-cega. Claro que a gaiata é que tinha a venda. Claro que, quando ao fim de mais de 10 mnts de imensas voltas e viravoltas tentando encontrar alguém dei uma cabeçada na parede e tirei a venda, descobri que vocês já tinham ido embora logo no 1º minuto!!;

9.       As horas que passei à porta da casa de banho à espera que deixasses de tocar guitarra enquanto estavas na sanita. Sim porque naquela altura a maioria das casas ainda só tinham 1 WC e eu, aflitinha, tinha que estar a ouvir guitarradas enquanto pensava irritada “com este cheiro só pode sair músicas de m*rda!”.

Apesar de tantos obstáculos e situações menos boas da vida, tens conseguido, de uma ou outra forma seguir em frente, dando sempre aos outros, através do teu dom, o que de melhor tens: a tua simpatia, sensibilidade, musicalidade e carinho.

Um coração mole. Um ser humano GRAAAAANDE.

Adoro-te de coração.                                                                                                                

Gosto mesmo muito que sejas meu irmão e tenho muito orgulho de que sejas o meu mano velho J.

Hoje é um dia especial.
Para ti.
Para mim.
Para nós.

E como podes ver pelo facebook … para MUITOS!

1 comentário:

  1. Calma.... Tou quase a fechar a "torneira".... Eu e o teu mano velho que pelo que vi no vídeo do aniversário do ATiRE-O está quase a abri-la! Para uma mana fabulosa e um mano talentoso vão beijos e abraços (respectivamente)! B.

    ResponderEliminar

Diga o que pensa!