segunda-feira, 19 de junho de 2017

Entre cores da vida...

Cheguei ao Campo Grande.

Encostei-me a esta coisa da publicidade...
Hoje senti-me cansada logo pela manhã ao acordar.

Divago o meu olhar pelo que me rodeia, refletindo e tentando perceber o porquê de tanto cansaço...
Reparo que estou entre duas linhas de cores fortes.

Cores que representam tanto quando se trata de caracterizar momentos.

Amarela.
Verde.

Alerta.
Esperança.

Estou a pensar que se tivesse que escolher... Que cor escolheria?
(neste momento os meus amigos sportinguistas estão todos prontos a opinar)

Prefiro viver com esperança ou estar alerta?

Sempre fui de acreditar nas pessoas.
Gostar de pessoas.
Ter esperança nelas.
Verde?

Sempre precisei dos meus momentos a sós.
Refletir sobre o que me rodeia.
Estar atenta.
Amarela?

Não é fácil conseguir um equilíbrio.

Mas a vida é uma espertalhona que nos faz percorrer gincanas e nos vai dando pistas...
se nos leva a bater no fundo, também nos faz vir à tona.

Momentos menos bons.
Momentos maravilhosos.
Pessoas que saem da tua vida.
Seres humanos fantásticos que ficam.
Vidas que ficam para trás.
Amores que nascem, dando força e a certeza de que tudo correrá bem.

Entretanto, no meio desta reflexão o amarelo deixou de ser tão forte...

Está a chegar a carruagem e vou seguir viagem na linha verde.

Afinal, a esperança sempre foi o tom mais forte no traço da minha caminhada...


Ana Paula Ribeiro

Sem comentários:

Enviar um comentário

Diga o que pensa!