terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Eu gosto de …

… psicologia!
Para dizer a verdade a psiquiatria é que sempre me fascinou. A descoberta do cérebro e do que mais de profundo ele possa mostrar.
Mas, cedo descobri que para este curso precisava estudar medicina … aí não houve volta a dar. Hospitais para mim, só mesmo se for obrigada! Com o passar dos anos e situações vividas então, é que o sabor amargo me faz querer distância.
Outra ideia que sempre me passou por esta cabecinha sonhadora seria a de ser um profiler e ser chamada quando precisassem de um psicólogo para descobrir um assassino. Acho incrível poder estudar e descobrir o perfil de determinado indivíduo. Mas, fiquei-me mesmo por fazer vezes sem fim da minha casa, um consultório para os amigos que precisavam!;

… dançar!
Quando era miúda perdia-me a criar coreografias para que eu e as minhas amigas (algumas já bufavam de tédio) a seguíssemos cem vezes a fio e sem falhas.
Durante muito tempo pensei que seguiria dança.
Adorava dança jazz, como naquela série Fame, onde podia ver alunos com a mesma paixão que eu, seguir o seu sonho.
Por circunstâncias da vida, nunca estive numa escola dessas, nem segui esse sonho.
Mas sempre que posso danço, seja na banheira, seja na cozinha, seja com as minhas amigas ou até mesmo sozinha J;

… cantar!
Canto português, canto inglês, canto o que calhar!
Tenho pena que a vergonha não me permita mostrar aos outros o quanto gosto de o fazer. Até acho que não o faço muito mal, mas o raio do nó que se me põe nas goelas é mais forte e comprime a voz de tal maneira que prefiro fugir do que cantar em público!;

… tocar piano!
Mas … mais uma vez, nunca tive aulas.
Faço-o sem perceber ou compreender pautas e sem saber sequer que notas estou a tocar L.
Apenas adoro tentar descobrir as teclas que me levam a tocar a música que toca na rádio, mesmo que seja apenas com uma mão … porque não consegui descobrir ainda como raio conseguem eles coordenar as duas mãos!;

… estar num café com os meus amigos!
Mas a vida, com tanto corre, corre, ajudou a criar obstáculos que se foram pondo à frente e transformando aquele que era um prazer, num dos pontos de uma lista imensa de coisas por fazer. O jantar da minha Escola de madeira aguçou esta minha saudade J.

Não sei que o me deu para escrever estes textos. Acho que é por estar mais perto dos quarenta!
Olho para trás e, se realmente tenho dois filhos lindos de que tanto me orgulho, começo a sentir necessidade de mostrar-lhes que devemos fazer tudo por tudo para realizar os nossos sonhos.
E, olhando para alguns dos meus … até nem deve ser assim tão difícil faze-lo!
Vou contrariar esta nuvem cinzenta de crises que paira no ar e vou dizer que:  2011 parece-me um bom ano para começar a realizar sonhos J

O que acham?

2 comentários:

  1. Acho que já começaste! Boa continuação.... Se eu puder ajudar (Ná... não é isso... RISOS)tanto melhor! Ben
    http://www.youtube.com/watch?v=YIOsIbqpR5s

    ResponderEliminar
  2. Eu gosto de...............

    Ti

    ResponderEliminar

Diga o que pensa!