sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Paizão ACABEI! :D

Não posso deixar de partilhar o meu sentir com todos aqueles que me acompanharam nesta caminhada.
Não vou falar das dificuldades que tive durante este percurso. Nãããã … 

Quero sim, partilhar convosco a alegria e a gratidão que sinto!

Passaram 3 anos a voar! 

Os meus homens e a minha mãezinha que estão sempre lá, sabem que são o mais importante da minha vida. Mesmo na ausência, eles estão cá no coração. E espero que os meus meninos percebam que É POSSÍVEL quando se quer muito. 

À família, amigos, colegas da secundária, colegas de trabalho, amigos facebocanos que sempre me incentivaram a cada passinho que dava, o meu MUITO obrigada! Sabia sempre bem sentir o vosso carinho 

A TODOS vós colegas “uabianos”, só tenho a agradecer o companheirismo e o apoio. 
Foram o meu alicerce. Sem vocês, num ensino como este em que a solidão é um obstáculo, teria desistido. 

Não posso deixar de referir um nome especial. Quando me dizem “Paula, tu mereces! Estás sempre pronta a ajudar todos os colegas!” Só me vem à memória o Antonio Jose Cabrita. Ainda nem tinha iniciado o ano letivo e já tinha o seu carinho e todo o seu apoio e foi com ele que aprendi que este tipo de ensino pode não ser solitário! Obrigada padrinho!!!!!! 

Em especial, dos meus padrinhos de Praxe e de curso … quero um abraço apertado!

Podia referir mais alguns nomes em particular. Aqueles que levaram mesmo comigo mais de perto … coitados! Mas eles sabem bem quem são ;)

Aos colegas que ainda não conseguiram terminar, deixo o meu carinho. Pensem que já só falta um danoninho. Está quase! Força! Eu estarei sempre disponível, para ajudar no estudo, para rir ou desabafar, para um cafezinho virtual ou pessoal :D

Aos que vão iniciar agora, peço-vos: não se isolem! Sempre que puderem, estejam nos eventos! Formem grupos de estudo pois assim sentir-se-ão mais acompanhados! Se tiverem vergonha aproximem-se de um colega. Será o primeiro passo. Pode ser de mim :P

Não posso deixar de partilhar esta minha alegria com os meus professores. Nem todos terão acesso a esta mensagem, mas a eles também devo de alguma forma, o meu sucesso. Professores como Ana Novo, Pedro Abrantes, Amílcar Martins, Ana Vasconcelos, Filomena Andrade, Paulo Silva, Paula Coelho, Pedro Serrano, Jose Bidarra, Glória Bastos, Mário Negas fazem toda a diferença!

Não referi o nome de um professor propositadamente. Este será sempre um amigo especial. Professor Carlos Castilho Pais MUITO OBRIGADA por toda a sua dedicação para com os alunos. Muito obrigada pela sua preocupação em criar laços que nos unem.

Finalmente a Universidade que me permitiu chegar até aqui. A Universidade Aberta (UAb). Esta é a Universidade que te permite cumprir o teu sonho. O teu objetivo académico. Crescer como profissional, como cidadão, mas sobretudo enquanto pessoa. 

Se estás aí com dúvidas, faz como eu. Arrisca! 
Vale mesmo a pena!

Paizão conclui a licenciatura!! 

Estou feliz. 

Sou uma pessoa mais sábia (deve ser por isso que estou mais gordinha também :P ), mas sobretudo, sou uma pessoa mais rica de Valores humanos e que leva consigo amigos para a vida.

Beijinhos e abracinhos! 


sábado, 24 de setembro de 2016

Minha mãe hoje faz anos.

Ser humano mais bonito que existe neste mundo. 
De uma pureza e simplicidade que deixa qualquer um desconcertado. 
Se somos como somos, temos os valores que temos, devemo-lo muito a esta GRANDE mulher. 
A sua vida não foi nada fácil, desde pequenita a trabalhar. Virou mulher guerreira. A mais lutadora que conheci durante toda a minha vida. 

Um dia gostava de a ver muito, muito feliz. Porque o merece. 

Parabéns minha mãe!

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Interiorização

Ter alguém do nosso lado, seja amor ou amizade, só vale mesmo a pena se for para nos acrescentar algo, para nos tornar melhores.
Insistir numa relação onde sentimos que nada acrescentamos ao outro é viver em constante angústia, a de que esse alguém descubra essa verdade que, no fundo, já sabemos não irá dar certo.

Por isso devemos caminhar no sentido de nos entregarmos a nós mesmos, sem pensar no outro primeiro. 
Se aquilo que somos e aquilo que fizermos agradar, tanto melhor. 

Seremos sempre o nosso porto de abrigo. Só não há amparo para quem se ausenta de si mesmo.

Bom dia :)

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Há muito que não escrevia ...

Sempre me foi mais fácil escrever do que falar. As palavras fugiam-me sempre para a ponta da caneta e dali para um qualquer papel perdido. 

No entanto, há muito que não escrevo... ou escrevia.

Hoje de manhã, numa viagem entre linhas metropolitanas, deu-me uma vontade louca de escrever. E saiu isto …

Um momento apenas e deixei de estar no mesmo lugar.

Não sei como aconteceu, 
Nem sei meu rumo certo. 

Sem pudor ou vergonha o digo...
que me entrego aos momentos e
vulnerável, deixo-me levar.

Sem medos me alimento deste amor
que me transforma a cada dia e me faz querer ser melhor. 

Um momento apenas e já não estou no mesmo lugar.

Não sei se é o caminho certo... 

Sei sim, 
para onde não mais voltar.


sábado, 10 de setembro de 2016

E como vês a pessoa que está ao teu lado?

O meu coração, no que diz respeito às emoções, acredita sempre nas pessoas e, mesmo que sem dar por isso, vê sempre o lado bonito de cada um.
Não quero perder isso! 

Por isso sim, amo pessoas e acho que cada um tem sempre algo de belo ;)